Horário de Atendimento: De Segunda a Sexta - 8H às 12H e 14H às 18H
  Contato : +55-83-3063-2272

Prótese de Mama

Quem procura o cirurgião plástico para implantes de mama deseja, principalmente, a harmonia entre a largura do tronco, sua altura, a projeção e volume da mama em relação ao resto do corpo. Deseja melhorar a auto-estima, incrementar a feminilidade e não ter vergonha de utilizar roupas intimas ou de banho sem os famosos “enchimentos”.

Diversos estudos, em todo o mundo, apontam altos índices de satisfação e de segurança deste procedimento e, por este motivo, a cirurgia plástica de aumento das mamas já é a segunda mais realizada no Brasil.

O que é silicone?

O silicone utilizado nos implante para aumento ou reconstrução de mamas é considerado um biomaterial polimérico com excelentes características de biocompatibilidade, não tóxico (mínima reação inflamatória), não carcinogênico (não causa câncer) e é utilizado em dispositivos médicos para mamas desde de 1963. Contudo, os implantes tem sua evolução marcante em tecnologias que melhoraram ainda mais suas características: superfície texturizada ou de poliuretano (diminuindo as reações do organismo), gel altamente coesivo que não espalha ou derrama mesmo sem a cápsula externa, mantendo o formato. (veja Curriculum Vitae: Mestrado em biomateriais pela UFCG)

Recomendações pré-operatórias

  1. Comunicar-se conosco até a véspera da operação, em caso de gripe, suspeita de dengue, indisposição ou antecipação do período menstrual;
  2. Internar-se no hospital ou clínica indicada obedecendo ao horário estabelecido;
  3. Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas na véspera da cirurgia;
  4. Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que, eventualmente, esteja utilizando por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos, ACO;
  5. Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 4 dias.

Recomendações pós-operatórias

  1. Não movimentar os braços em excesso. Obedeça às instruções que lhe serão dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores ou massagens;
  2. Evite molhar o curativo até que seja autorizado à fazê-lo;
  3. Não se exponha ao sol ou friagem até 2ª ordem;
  4. Obedecer à prescrição médica;
  5. Alimentação normal (salvo casos específicos que receberão a devida orientação) a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas (carnes, leite, ovo) e vitaminas (frutas);
  6. Voltar ao consultório para curativos subseqüentes nos dias e horários estipulado;
  7. Provavelmente, você estará se sentindo tão bem a ponto de olvidar-se que foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos;
  8. Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião plástico e, somente com ele, as suas eventuais dúvidas.

A cirurgia de aumento das mamas deixa cicatrizes?

Felizmente, esta cirurgia permite-nos esconder as cicatrizes, seja no sulco abaixo da mama (acesso inframamário) ou na borda da aréola (periareolar), na axila (transaxilar), sem cicatrizes na pele da mama ou mesmo através da cicatriz de uma abdominoplastia (cirurgia combinada). Com o decorrer do tempo (vide item anterior), as cicatrizes vão ficando menos visíveis.

Ouvi dizer que algumas pacientes ficam com cicatrizes muito visíveis. Isso está correto

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao quelóide. Essa tendência, entretanto, poderá ser avaliada até certo ponto durante a consulta inicial, quando lhe são feitas uma série de perguntas sobre sua vida clínica pregressa, bem como a análise das características familiares que muito nos ajudam quanto ao prognóstico das cicatrizes. Geralmente, pessoas de pele clara não tendem a esta complicação cicatricial; pessoas de pele morena têm maior predisposição ao quelóide ou à cicatriz hipertrófica. Isto, entretanto, não é uma regra absoluta. A análise dos antecedentes, como já o dissemos, nos facilitará o prognóstico cicatricial, assim como a análise de eventuais cicatrizes prévias.

Existe correção para as cicatrizes hipertróficas e quelóides

Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes inestéticas na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, com a evolução natural do período mediato da cicatrização. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução cicatricial deverá ser esclarecida com o seu cirurgião que fará a avaliação do estado em que se encontra a cicatriz.

Como ficarão minhas novas mamas, em relação ao tamanho e consistência

As mamas terão seu volume aumentado através da cirurgia, melhorando sua consistência e forma. Deve-se escolher o novo volume, pois dispõe-se de vários tamanhos de próteses de silicone a serem utilizadas. A harmonia entre o volume das mamas e o tamanho do tórax é a principal característica a ser preservada no planejamento da cirurgia. Deverão ser mantidas as proporções entre o volume da nova mama e o tamanho do tórax de cada paciente, a fim de se obter uma maior harmonia estética.

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo

Apesar do resultado imediato ser muito bom, somente na fase mencionada como "período tardio” do terceiro mês em diante é que as mamas atingirão sua forma definitiva, porém, antes disso, após o primeiro mês, a paciente já poderá adquirir “novas roupas, biquines e soutiens”.

No caso de nova gravidez, o resultado permanecerá ou ficará prejudicado

O seu ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser preservado, desde que você controle o ganho de peso na nova gestação. Geralmente não há problema com a amamentação que se dará sem interferências, pois a cirurgia é realizada habitualmente "fora do tecido mamário".

O pós-operatório desta cirúrgica é doloroso

Geralmente não. Este pós-operatório é bastante confortável, desde que você obedeça às instruções médicas, principalmente no que tange à movimentação dos braços nos primeiros dias. Eventualmente, poderá ocorrer manifestação dolorosa que facilmente cederá com os analgésicos receitados pelo seu médico. Evite a auto-medicação.

Há perigo nesta operação

Raramente a cirurgia plástica de aumento mamário determina sérias complicações. Isto se deve ao fato de se preparar convenientemente cada paciente, além de ponderarmos sobre a conveniência ou não da utilização das próteses de silicone, assim como sobre suas eventuais complicações.

Qual o tipo da anestesia utilizada

Anestesia geral; peri-dural ou local; dependendo do caso.

Quanto tempo dura o ato cirúrgico

Em média de 90 minutos até 120 minutos. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Qual o período de internação

De meio dia a 24 horas.

São utilizados curativos

Sim. Curativos elásticos e modelantes, especialmente adaptados a cada tipo de mama. São trocados diariamente pela própria paciente, sem qualquer interferência já no primeiro dia pós-operatório.

Quando são retirados os pontos

Não haverão pontos externos para serem removidos, pois as suturas são absorvíveis e o acesso fechado por “cola ciruúgica” permitindo banho completo no mesmo dia do procedimento.

Quando poderei retornar aos meus exercícios

Dependem dos tipos de exercícios. Aqueles relativos aos membros inferiores, poderão ser reiniciados entre 10 a 15 dias, evitando-se o "alto impacto". Os exercícios que envolvam o tórax, geralmente devem aguardar além de 30 a 45 dias.

Que vem a ser o endurecimento das mamas (retração da cápsula)

É uma retração exagerada da cápsula fibrosa normal (que se forma em torno da prótese) que, em poucos casos, determina certo grau de endurecimento à região quando palpada. Caso isto ocorra, as próteses poderão e deverão ser retiradas, através das mesmas cicatrizes, e substituídas por outro implante porém, em bolsa diferente. A retração da cápsula nunca refletem imperícia do cirurgião, mas, sim, um comportamento reacional atípico do organismo das pacientes, devido à presença das próteses de silicone.

Qual a evolução pós-operatórla

Você não deve se esquecer que, até que se atinja o resultado almejado, as mamas passarão por diversas fases. Se lhe ocorrer a preocupação no sentido de "desejar atingir o resultado definitivo antes do previsto", não faça disto motivo de sofrimento. Tenha a devida paciência, pois seu organismo se encarregará espontaneamente de dissipar todos os transtornos imediatos que, infalivelmente, chamarão a atenção. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida ao seu médico que lhe dará os esclarecimentos necessários para sua tranqüilidade.

Fale conosco agora